Inspiração para desenvolvedoras de jogos que mudam o mundo: Lições de Toilet Trek

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=7UIPLV1YJ2A]

Como a UNICEF tem usado vídeogames para ajudar crianças? Hoje vamos compartir um exemplo que mostra como a inovação pode acontecer nos lugares menos esperados.

No ano passado, UNICEF desafio a agência publicitária Tribal Worldwide à desenvolver um projeto para o Dia Mundial das Privadas com o objetivo de expor ao publico os riscos associados à falta de acesso à um banheiro limpo. Qual foi a solução da agência? Um jogo digital!

WC Trek foi concebido para comemorar o primeiro Dia WC Mundial da ONU e para destacar o fato que há 2,5 bilhões de pessoas no mundo sem acesso a um banheiro seguro e higiênico. O objetivo do projeto foi criar uma ferramenta que educasse os usuários do jogo sobre o impacto desta questao em populações vulneráveis ​ao redor do mundo, e com isso avançar a “busca de limpos e seguros #toilets4all”.

A Tribal Worldwide identificou o videogame como o meio de comunicação ideal para realmente engajar jogadores e empenhá-los à explorar e compreender esta questão melhor. O jogo foi projetado para levar os usuários por uma série de obstáculos que revelam um por um os diversos riscos e problemos com acesso à banheiros sanitários em grande parte do mundo .

Toilet paper serves as the “life force” for Toilet Trek Players. Credit: Business Insider
Página de abertura para jogadores de Toilet Trek, jogar o jogo aqui http://www.unicef.org/toilets4all/ “. Crédito: http://www.unicef.org/toilets4all/

O resultado? O “sucesso crazy” do produto, segundo o direitor do projeto por parte da UNICEF. Alguns dos elementos que contribuíram ao sucesso do WC Trek incluem:

  • Um tema do jogo novo e diferente (banheiros) que que provocou conversa e brincadeiras entre usuários
  • O jogo é tão divertido e fácil de jogar no celular quanto no computador
  • O jogo é desafiador o suficiente para manter jogadores interessados sem que eles eles desistem prematuramente
  • Os jogadores não percebem que estão aprendendo ao jogar; o jogo presenta problemas sérios sem comprometer a diverção de quem esta jogando
  • O jogo conta com a coordenação motora dos olhos e das mãos, melhorando estas habilidades junto as de percepção visual–espacial conforme o usuário segue jogando
  • O jogo foi concebido como lo-fi, portanto é acessível para as pessoas do mundo todo sem requerer muita largura de banda
  • Mantendo o design simples permitiu que o projeto fosse completado sem atrasos
  • Com um orçamento limitado, o desenvolvimento de algo simples e engajador funcionou muito bem
  • Sendo que “retro” esta na moda, um jogo de tecnologia mais simples e design menos chamativo foi fundamental ao sucesso

Esperamos que algumas das lições aprendidas sobre o que funcionou com Toilet Trek será útil para as  estudantes que trabalham com a UNICEF e EA para criar jogos de vídeo educativo no Brasil (leia mais sobre esse projeto aqui​).

Você pode ler mais sobre o jogo no Business Insider aqui.

Jennie Bernstein

Chefe do inovação​ para o jogo digitais no Brasil

Equipe de inovação, UNICEF NYHQ

gray-line

Histórias parecidas:

What can video games teach us?

UNICEF and Electronic Arts introduce São Paulo students to game design contest

Deja una respuesta

Su dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con “obligatorio.”